Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Reunião com Gabinete da Cultura da Câmara Municipal de Setúbal

 

 

Foi com muito agrado e satisfação que nos encontramos no dia 7 deste mês com dois responsáveis pelo gabinete da Câmara Municipal, o Dr. Carlos Anjos e o Dr. Carlos Araújo, os quais nos receberam com enorme satisfação e agrado o que nos deixou muito descontraídos e facilitou imenso toda a troca de ideias.

A reunião que tivemos foi com o propósito de debatermos as intenções que a Câmara Municipal tem para o Quartel do 11. Levámos as nossas opiniões para que a equipa que nos recebeu percebesse as nossas intenções de intervenção para aquele espaço. Nesse sentido preparámos um dossier com todas as informações que conseguimos recolher e a nossa análise crítica do potencial que o mesmo espaço nos pode oferecer em função das suas características nomeadamente a sua localização. Da abordagem feita pelos responsáveis ressaltamos o interesse que revelaram pela nossa iniciativa. Também para eles é importante a finalidade a atribuir ao Quartel do 11, daí a sua surpresa em relação à nossa proposta de intervenção.

 

  • Ideias e Alternativas para o quartel

 

Na medida em que as cidades devem ter uma identidade própria, é importante que os espaços emblemáticos não sejam totalmente descaracterizados. Sendo o Quartel do 11 considerado um desses mesmos espaços pensamos ser importante a dinamização do mesmo de modo a trazer uma mais valia para a cidade.

Neste sentido apresentamos algumas propostas que consideramos poderem ter alguma viabilidade:

 

A conversão do espaço para um Museu Municipal que reunisse todos os núcleos museológicos existentes e espalhados pela cidade. Dada a sua localização privilegiada pretendemos criar uma zona cultural de confluência de diferentes espaços já existentes (Biblioteca, Fórum Luísa Todi), com este novo núcleo de modo a que o mesmo fosse mais um factor de ligação do meio cultural às populações.

 

A conversão do espaço num núcleo de confluência lúdica e tecnológica, abrindo à cidade as portas das novas tecnologias, revertendo as potencialidades das mesmas em prol da população. Neste sentido propomos a transformação do espaço num centro municipal de acção cultural e tecnológica, proporcionando a criação de um espaço dedicado a realização de workshops em diversas áreas da cultura e tecnologias (teatro, pintura, cerâmica, poesia, informática, palestras, seminários).

A proposta das entidades competentes em alguma medida vem ao encontro da criação de um espaço cultural de confluência de diferentes actividades relacionadas com este fim. Demonstraram grande preocupação com o tipo de intervenção, apesar de nos darem conhecimento de que a estrutura do edifício tem de ser mantida. Partindo do pressuposto que o espaço assumirá um papel cultural deve-se ter em conta tantos outros espaços já existentes. Tirar daí as elações necessárias para que com isso o espaço resulte dinâmico e um factor importante de enriquecimento para quem o visita.

Publicado por ferlede às 12:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Mais sobre nós

.Pesquisar neste blog

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Posts Inovars

. Exposição Itinerante “Cid...

. Trabalhar é gratificante

. Resumindo um ano de traba...

. Cartaz

. Requalificação da Zona Ri...

. Apresentação de ideias e ...

. O momento é de trabalho e...

. Notícias que nos agradam ...

. Inovars - The Return

. Notas do 2º Período

.Arquivos

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

.Links

.Visitas

.Clock

blogs SAPO

.subscrever feeds